quarta-feira, novembro 07, 2007

Campanha global pôs vida de Maddie em perigo, diz policial

O presidente do sindicato dos investigadores policiais de Portugal criticou os pais da britânica Madeleine McCann, desaparecida em maio, por terem criado o que chamou de "um monstro de informação" que pode ter colocado a vida da menina em risco.
"Os assessores de imprensa contratados pela família continuam empurrando a história para os jornais, e isso claramente não ajudou a resolver o caso", disse à BBC Carlos Anjos, presidente da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da Polícia Judiciária (ASFIC).
Anjos reprovou a decisão de Kate e Gerry McCann de divulgar em todo o mundo fotos que mostram uma mancha que Madeleine tem em um dos olhos.
BBC Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário