sábado, outubro 11, 2008

Perito simula como seria o rosto de Madeleine McCann hoje

Uma imagem obtida por meio de uma técnica digital chamada “age progression” (progressão da idade) mostra como Madeleine pode estar nos dias atuais, um ano após o seu desaparecimento, em 3 de maio de 2007. Apesar da perceptível mudança, Stephen Mancusi, autor do retrato encomendado pelo jornal britânico “The People”, disse à publicação que a traformação mostra o que meses de cativeiro podem ter feito com a inglesinha. De acordo com o jornal, Mancusi é artista forense e conselheiro especial do FBI. Suas reconstruções digitais já teriam ajudado na captura de diversos assassinos, estupradores e pedófilos nos últimos 23 anos. (Foto: Divulgação/Forartist.com)

Um perito do FBI produziu uma imagem que mostra como Madeleine McCann pode estar hoje, um ano após ter desaparecido. A imagem poderá ser usada nas buscas à menina de 4 anos, que desapareceu no dia 3 de maio na Praia da Luz, Portugal, onde passava férias com a família.
Técnicas digitais para “aumentar a idade” de Madeleine foram utilizadas por Stephen Mancusi, a pedido da revista The People, com a intenção de mostrar as modificações que o rosto da menina poderia ter sofrido nestes oito meses.
O ex-diretor assistente de polícia John Stalker afirmou à revista que a nova imagem mostra a menina que deve ser procurada agora. De acordo com ele, a primeira impressão é a de que a fotografia é de um estranho, só depois se percebe o quanto é semelhante à Madeleine. Stalker diz ainda que é por isso que ela é tão necessária: “muitas pessoas podem ter passado por ela sem vê-la”.
Na imagem desenvolvida por Mancusi, do departamento de polícia de Nova York, o cabelo loiro de Madeleine foi tingido, seu olhar está tenso e ela já não sorri, mas a marca em seu olho que a diferencia ainda é perceptível.
As técnicas normalmente são utilizadas em casos de crianças desaparecidas há vários anos, que até já chegaram à idade adulta, mas Mancusi, que já fez reconstruções digitais de pedófilos estupradores e assassinos acredita que o olhar de Madeleine já pode ter mudado muito.
Mancusi afirma que os seqüestradores iriam querer esconder Madeleine tanto quanto possível e para isso tentariam modificar sua imagem. “Mudar sua imagem seria uma prioridade e com o passar do tempo - em menos de um ano - ela poderia parecer uma estranha”, disse.
Redação Terra

Um comentário:

  1. Que Deus continue abençoando seu trabalho e nos edificando com seus post Fica Na Paz!!!!
    Seminario Internacional Teologico de São Paulo

    ResponderExcluir