sexta-feira, abril 10, 2009

A lavagem cerebral nos jovens

7/4/2009
MALHAÇÃO
Uma telenovela que retrata o cotidiano de jovens de classe média alta, com foco maior no colégio. Para a emissora, é uma espécie de "escola" de atores para que os mesmos possam ingressar nas telenovelas de maior destaque da emissora. Claro que tem o intuito também de formar novos telespectadores, assegurando assim sua audiência futura.

Não é difícil observarmos atitudes de nossos jovens tendo como exemplo essa telenovela, pessoas com realidades totalmente diferentes da imagem transmitida na mesma, mas que, por certa "imposição" da sociedade, acabam absorvendo esse tipo de mentalidade.
Já imaginou chegar ao seu colégio, ver que todos estão comentando sobre a novela Malhação e você não saber nada para debater? Mas como assim? Como uma pessoa não sabe o que passou na Malhação? Afinal, ela passa na Globo...
Deve ser mais cômodo "anestesiar" a mente com aquela realidade do que buscar associar algo mais próximo à sua própria realidade.

Olhar crítico

Novelas com um sentido mais próximo da realidade são marginalizadas, como Turma do Gueto, por exemplo. Se o jovem assistir, os demais o chamarão de violento, de "bandido" etc.
O reflexo disso tudo são os adolescentes muito mais preocupados em "ficar", garotas tendo gravidez precoce – afinal, em Malhação tem garotas grávidas, então não deve ser tão ruim assim. Afinal, a menina sempre se dá bem no final, não é? Quando, na realidade, esses jovens deveriam estar preocupados com o seu futuro, preocupados em observar o mundo à sua volta, conquistar seus objetivos, correr atrás de seus sonhos.
Temos o direito de assistir a tudo? Claro que sim, mas devemos ter sempre o olhar crítico, sempre saber interpretar o que estamos vendo – será que aquela historinha sempre repetitiva é por acaso? Será que o fato de os personagens, em sua grande maioria, serem de boa aparência é por acaso?
Observatório da Imprenssa/Adriano Degra

Um comentário: